Gestão Patrimonial

Gestão Patrimonial

Patrimônio. Palavra ampla que pode possuir um leque de significados. Ao falar de patrimônio podemos nos remeter à nossa família, nossos amigos, nossas casas, nosso ambiente de trabalho e a nós mesmos. Não é de se estranhar um grande número de pessoas terem escutado a expressão: “O seu maior patrimônio é você mesmo”.  E nós refletimos nossas famílias, o local onde moramos, nossos amigos e, não menos importante: nosso ambiente de trabalho. Portanto, é de extrema importância conservar, organizar e zelar pelos bens materiais de sua empresa.

Sabe-se que, em grandes empresas, cria-se um setor específico para vistoriar os bens materiais, visando à preservação, manutenção, adesão e até a troca destes materiais. Geralmente, tal setor é denominado como Setor de Patrimônio ou Setor Patrimonial. Já as empresas de pequeno porte, geralmente recebem auxílio de uma consultoria contratada para facilitar a análise patrimonial. Na maioria das vezes as análises nas pequenas empresas são feitas quando é necessária uma reestruturação e organização interna, que pode variar dependendo da empresa.
O Setor Patrimonial tem como principais funções:

  • Planejar, organizar e distribuir os equipamentos, móveis e materiais dentro da empresa;
  • Participar do planejamento financeiro da empresa, visto que no planejamento pode haver pedidos de novos equipamentos ou materiais de outros setores;
  • Avaliar a necessidade de manutenção dos equipamentos, buscando sempre evitar gastos desnecessários;
  • Avaliar a compra de novos materiais e equipamentos, assim como sua necessidade;

Percebe-se, de acordo com as funções citadas acima, que o Setor Patrimonial necessita estar conectado ao Setor Administrativo/Financeiro, já que o Setor Patrimonial precisa da transparência da saúde financeira da empresa para exercer suas funções. Logo, a comunicação interna é de grande importância para toda a empresa. Tendo em vista uma Empresa Júnior, que é o nosso caso, é possível criar um subsetor dentro do setor Administrativo Financeiro com intuito de estreitar o relacionamento no que diz respeito aos assuntos financeiros, podendo assim, ter um trabalho mais efetivo e rápido pela facilidade de comunicação.

Como a Empresa Junior não possui fins lucrativos e busca sempre economizar em seus gastos, contratar uma consultaria a fim de auxiliar nos assuntos de bens materiais não é muito viável. Sendo assim, criar um setor Patrimonial para a Empresa Júnior, além de ser importante, é bastante interessante, pois a cultura de preservar o Patrimônio da empresa viria de dentro da Empresa, por parte dos seus membros, e não de fora.

Uma ferramenta que pode auxiliar na implementação da cultura de preservar o Patrimônio de uma empresa é a Programa 5S, que teve origem nos templos budistas e xintoístas no oriente antigo, que consistia em ser uma das etapas mais importantes para se tornar um monge. Mas foi moldado e de fato utilizado depois da Segunda Guerra Mundial pelas empresas do Japão, com o intuito de auxiliar na reconstrução do país. Entretanto é possível encontrar diversas tribos, famílias e pessoas que praticam a essência dos 5S, buscando através desta filosofia evitar os pequenos desperdícios, respeitando sempre o meio ambiente e o próximo, criando e valorizando o bem estar e a vida saudável em um determinado ambiente. O significado dos 5S são cinco palavras japonesas que representam cada fase do sistema. São elas:

  • Seiri – Senso de Arrumação ou Descarte
  • Seiton – Senso de Ordenação ou Organização
  • Seiso – Senso de Limpeza
  • Seiketsu – Senso de Asseio oi Higiene
  • Shitsuke – Senso de Autodisciplina

Com o auxilio do 5S, além de facilitar o trabalho do Setor Patrimonial, planta a essência de cuidar do patrimônio da empresa por parte de todos os membros. Com uma sala bem arrumada e higienizada os consultores ficarão em um ambiente mais saudável, incentivando e facilitando o consultor a exercer suas funções dentro da empresa, passando consequentemente, boa impressão para os clientes, já que uma empresa reflete o comportamento de seus funcionários. Logo, cuidar dos bens de empresa, também é cuidar de você.

Cuide de seu patrimônio cuidando de você.

Share

Avatar

Atual Consultor do Setor Admnistrativo/Financeiro e colaborador de textos para o Blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *