• (21) 97055-8232

RESOLUÇÃO DA COP28, COMO ISSO AFETA A INDÚSTRIA E OS PRIMEIROS PASSOS PARA SE ADEQUAR

Entenda o que foi a COP28, que ocorreu em dezembro do último ano em Dubai, nos Emirados Árabes, como os assuntos discutidos nesta edição da conferência impactam o futuro das empresas e o que fazer para tentar cumprir as metas estabelecidas.

O que é a COP?

A Conferência das Partes (COP), da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, na sigla em inglês), é o órgão supremo da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, adotada em 1992. É uma associação dos países membros signatários da Convenção, que, após sua ratificação em 1994, passaram a se reunir anualmente a partir de 1995. Em 2015, na COP 21, foi aprovado o acordo de Paris, um tratado que estabelece obrigações que todos os países devem manter o aumento do aquecimento global inferior a 2 °C e buscar esforços para limitar em 1,5 °C, além de mirar um desenvolvimento de baixa emissão de gases de efeito estufa.

A COP28

O 28º encontro da COP, realizado no final do ano passado, tinha como objetivo realizar um acompanhamento das metas definidas no Acordo de Paris. Dentre os principais tópicos da conferência estariam: fazer um balanço dos avanços em relação à meta de redução de gases de efeito estufa, discutir sobre o prazo para emissão de combustíveis fósseis no futuro, discutir sobre mecanismos para o mercado internacional de créditos de carbono que será implementado, algo que já e consenso entre os países.  Ao final da Conferência foi aprovado um acordo que, pela primeira vez, propõe a redução gradual dos combustíveis para termos, como dito no portal das nações unidas, uma transição rápida, justa e igualitária.

Como isso afeta as indústrias?

Embora ainda não se discuta a completa extinção dos combustíveis fósseis, mas sim sua redução gradual, e tampouco tenham sido delineados os meios pelos quais os países deverão cumprir esse novo acordo, é inegável que haverá impactos significativos nas indústrias. Dessa forma, cada vez mais as indústrias deverão adotar práticas para poder acompanhar as metas estabelecidas neste último acordo. Consequentemente, as preocupações com emissões desnecessárias nos processos, a promoção de fontes sustentáveis e os investimentos na transição energética estarão cada vez mais em evidência.

A CONPLEQ e o Inventário de Carbono Agora que todos já estão atualizados com os eventos da COP28 e das expectativas para um futuro mais sustentável, cabe as empresas buscarem as melhores formas de se adequarem as novas metas globais sobre as mudanças climáticas. Dessa forma, a CONPLEQ se coloca à disposição das empresas interessadas a fazer seu Inventário de Carbono. O Inventário de Carbono é um relatório que deve ser realizado por diversas empresas com o intuito de analisar seus dados de emissões de gases do efeito estufa (GEE ‘s). Desse modo, é um documento elaborado para gerenciar quais e quantas são as emissões de um equipamento, de uma unidade industrial, visando saber se um processo tem mais emissões que o necessário para que possa ser otimizada.

Artigo por Gustavo Pimentel